BMW 320i M Sport: o esportivo feito para os distraídos | Exame

0
61
BMW 320i M Sport: o esportivo feito para os distraídos
BMW 320i M Sport: o esportivo feito para os distraídos
BMW 320i M Sport
BMW 320i M Sport

BMW 320i M Sport: chave digital compartilhada com até cinco pessoas (Ivan Padilla/Exame)

Fiz o teste, ao lado de meu filho de oito anos. Sem a chave, tentei abrir a porta do BMW 320i M Sport. Apenas apontei meu celular. E deu certo. Ainda sem a chave, com o celular próximo, apertei o botão do start do carro. Também deu certo.

Ganha pouco, mas gostaria de começar a guardar dinheiro e investir? Aprenda com a EXAME Academy

Como? O modelo é o primeiro fabricado em Araquari, a planta de Santa Catarina, a dispor da chave digital. Funciona assim: o proprietário pode criar até cinco chaves virtuais pelo aplicativo BMW Connected e compartilhá-las via iMessage também com até cinco pessoas, inclusive no Apple Watch.

O sistema dispõe de configurações que permitem restringir a velocidade máxima, a potência do motor e o volume máximo do sistema multimídia para usuários com chaves digitais compartilhadas. Ou seja, controle total sobre os dependentes.

Meu filho de oito anos adorou abrir a porta só com o celular.

Para os avoados

Por esse recurso e outros mais, que detalharemos a seguir, o 320i M Sport parece ser o carro talhado para os distraídos. Para aqueles seres sonhadores e criativos que não têm tempo a perder procurando a chave que esqueceu em algum bolso de alguma calça pendurada em algum cabide.

Nem com comandos no painel. E nem com marcador de combustível.

O 320i é feito para quem quer sentir a tração traseira, câmbio automático de oito marchas,  motor BMW TwinPower Turbo 2.0 litros (1.998 cm³), quatro cilindros em linha, 184 cavalos de potência entre 5.000 e 6.500 rpm e torque de 300 Nm (ante 270 Nm da geração anterior) de 1.350 a 4.000 rpm. Sem maiores e nem menores preocupações.

Veja também

Para quem quer apenas pisar no acelerador e sentir a viagem. Para quem esquece de dar seta e tenta mudar de faixa. O volante então treme, uma reação do driving assistant. Simplesmente não dá. É preciso então mover as alavancas laterais. Com o barulhinho do tic-tac sim, o sistema de segurança é destravado e é possível então passar para a pista da direita ou da esquerda.

Está tão distraído que esqueceu de frear vendo um obstáculo à frente? O carro também reduz automaticamente a velocidade. Uma moto está passando no ponto cego do retrovisor? Uma luz faz um alerta sobre a ultrapassagem em curso. Sim, o driving assistant é a ritalina dos condutores desatentos.

Precisa encher o tanque?

O 320i é um bonito sedã e faz esquecer por um momento que a onda do segmento automotivo são as SUVs. Isso por fora. Por dentro a alma é de esportivo.

BMW 320i M Sport
BMW 320i M Sport
BMW 320i M Sport: corpo de sedã, alma de esportivo

BMW 320i M Sport: corpo de sedã, alma de esportivo (BMW/Divulgação)

Testei o carro em uma viagem de São Paulo até o litoral norte do estado. O Waze registrou 166 quilômetros pela rodovia dos Imigrantes. Na volta, outros tantos, e com a serra apontando para cima. Precisa encher o tanque? Até onde meus poucos conhecimentos automotivos alcançam, não há carro que não precise de algum combustível. O 320i, não sendo elétrico, portanto…

Distraído que sou, lembrei disso no final da volta, já entrando na avenida dos Bandeirantes. E com pouco mais de meio tanque no marcador. Segundo a BMW, o consumo na estrada é de 12,5 quilômetros por litro. E a capacidade do tanque é de 59 litros. A conta, portanto, bate.

Há muita tecnologia embarcada para quem está com a cabeça longe e não quer gastar energia com atividades mecânicas efêmeras. O sistema parking assistant ajuda, claro, o piloto a estacionar, sem precisar esticar a cabeça para trás; já o reversing assist refaz em marcha a ré os últimos 50 metros percorridos pelo veículo.

O ar-condicionado tem controle digital automático de três zonas; e o BMW ConnectedDrive fornece dados de trânsito em tempo real, serviço de alerta de manutenção de componentes, serviços de concierge, entre outros.

Para você, cabeça de vento, tem ainda o assistente pessoal Inteligente BMW (Intelligent Personal Assistant), que integra o novo Sistema Operacional BMW 7.0 e pode ser acionado por meio do comando de voz “Olá, BMW”, dito pelo usuário em português mesmo.

Campeão de vendas

O esportivo quase econômico tem motivos para comemorar. Trata-se do modelo premium mais vendido do Brasil, segundo os mais recentes dados. De janeiro a abril foram emplacadas 1.797 unidades, crescimento de 84% em relação ao ano anterior.

A BMW emplacou 3.893 unidades nesse período, um número que é 39% maior do que no mesmo período do ano passado. Claro, é preciso lembrar que os meses de março e abril foram impactados pelo começo da pandemia no Brasil. Ainda assim trata-se de uma bela recuperação, que coloca a fabricante alemã como a maior marca premium do país. No fim das contas, para a marca bávara, são dados difíceis de esquecer.

Quais são as tendências entre as maiores empresas do Brasil e do mundo? Assine a EXAME e saiba mais. 

 

De 1 a 5, qual sua experiência de leitura na exame? Sendo 1 a nota mais baixa e 5 a nota mais alta. 1 2 3 4 5

Seu feedback é muito importante para construir uma EXAME cada vez melhor.

Fonte: exame.com/casual/bmw-320i-m-sport-o-esportivo-feito-para-os-distraidos

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here