Ibaneis inaugura Emergência Pediátrica do HMIB e anuncia novo hospital na Ceilândia – Agenda Capital

0
180

Reforma foi custeada por convênio firmado entre a Secretaria da Saúde e o Ministério da Saúde

Por Delmo Menezes

O governador do DF, Ibaneis Rocha e o secretário de Saúde, Osnei Okumoto, inauguraram na manhã desta quinta-feira (01), a Emergência Pediátrica do Hospital Materno Infantil de Brasília (HMIB). Na oportunidade o chefe do Executivo e o secretário assinaram ordens de serviços.

No seu discurso, o governador ratificou a permanência de Osnei Okumoto a frente da pasta. “Quero dizer ao Osnei, que vai continuar como secretário”, disse.

Ibaneis afirmou que a capital da República tem que ser referência na área de Saúde. “Vamos construir um novo hospital na Ceilândia com 380 leitos. A cidade cresceu muito, e o HRC está com mais de 40 anos”, pontuou.

“Quando eu falava na campanha que saúde seria prioridade na nossa gestão não era só um jargão. Aos poucos vamos dar um jeito na saúde pública do DF”, declarou o chefe do Executivo, lembrando que em sete meses sua gestão já reformou seis unidades de pronto atendimento, contratou 3 mil profissionais e fez obras no Hospital de Santa Maria.

A reforma do HMIB faz parte do programa SOS DF Saúde e contou com investimento total de R$ 866.455,58.

A obra foi custeada por um convênio firmado em 2008 entre a Secretaria da Saúde e o Ministério da Saúde, mas só agora, com os esforços da nova gestão, os recursos foram liberados pela Caixa Econômica Federal. “O processo para a obra já existia desde 2008, mas só com esse novo governo o dinheiro foi liberado”, explica Rodolfo Alves Paulo de Souza, diretor do Hmib. De acordo com ele, o prédio foi construído em 1966 e o piso nunca tinha sido trocado. “A reforma trouxe mais salubridade aos pacientes e profissionais que atuam no hospital. Os pacientes, certamente, estão encontrando instalações bem mais acolhedoras, mais humanizadas, e os servidores da unidade um ambiente de trabalho adequado”, afirma.

Governador Ibaneis inaugura a Emergência Pediátrica do HMIB. Foto: Agenda Capital

Novidades

As áreas de circulação da unidade receberam piso vinílico, ideal para ambientes hospitalares por sua limpeza ser prática (pode ser feita simplesmente com água e sabão), dispensando o uso de cera e evitando, assim, a proliferação de fungos e bactérias. As paredes dos corredores e o teto também foram pintados e todos os bate-maca (proteção de madeira nas paredes) foram trocados.

A reforma aconteceu nos corredores dos Ambulatórios A e B, na Unidade de Doenças Infecto-Parasitárias (Udip), nas Alas A e B da Pediatria, na Unidade de Cuidado Intermediário Neonatal Externa (Ucin EXT), na Radiologia, na Policlínica. E, também, na Emergência Pediátrica, na ala de Alto Risco da Maternidade, no corredor central, nos corredores de acesso e no alojamento conjunto, onde ficam as mães e os bebês.

As intervenções foram feitas em seis etapas para não prejudicar o atendimento aos pacientes. Nenhum leito foi fechado no hospital, que realiza mais de 110 mil atendimentos por mês. Todos os meses, o Hmib faz cerca de 85 mil exames laboratoriais, oito mil atendimentos na Emergência, mais de sete mil consultas ambulatoriais e 300 partos.

“Fizemos melhorias para atender os pacientes. Em dez anos, apenas pequenos reparos foram feitos pontualmente. Com essa revitalização, já percebemos uma diferença na comodidade dos usuários”, diz a diretora administrativa do hospital, Glaucia Silveira.

Da Redação com informações da Ag. Bsa