iPhone com tela dobrável? Só em 2023, prevê analista | Exame

0
32
iPhone com tela dobrável? Só em 2023, prevê analista
iPhone com tela dobrável? Só em 2023, prevê analista
iPhone dobrável? Conceito mostra aparelho com telas telas independentes
iPhone dobrável? Conceito mostra aparelho com telas telas independentes

iPhone dobrável? Conceito mostra aparelho com telas telas independentes (MacRumors/Reprodução)

Depois de fabricantes como Samsung, Motorola e Xiaomi, a Apple lançou o iPhone 12 com internet 5G no fim do ano passado, criando um ciclo de renovação de smartphones que fez a empresa americana se tornar a maior vendedora global de celulares no quatro trimestre de 2020. O próximo grande ciclo de renovação deve ocorrer em 2023, segundo o Ming-Chi Kuo, analista da TF International com mais de dez anos de experiência em previsões sobre a Apple. Kuo afirma que a Apple lançará um iPhone com tela dobrável nesse ano, o que levará um grande número de consumidores a trocar de aparelho.

Para Kuo, os celulares com telas dobráveis tornarão-se indispensáveis para fabricantes de smartphones dentro de dois anos e a Apple não ficará de fora dessa tendência.

O analista prevê que a empresa utilizará uma tela de 8 polegadas com tecnologia Amoled (displays hoje fornecidos pela Samsung). Kuo estima que a Apple venderá entre 15 e 20 milhões de smartphones com telas dobráveis em 2023 e está bem posicionada para ser a grande vencedora dessa tendência.

Celulares com telas dobráveis já foram apresentados por Samsung, Huawei e Motorola. A Samsung vende o Galaxy Z Fold 2 e o Galaxy Flip no Brasil, aparelhos que foram promovidos em uma prova no programa Big Brother Brasil, exibido pela Rede Globo, no mês passado. Já a Motorola fez o retorno do seu aparelho clássico Razr no começo de 2020.

“Atualmente, smartphones dobráveis integram, principalmente, o smartphone e o tablet. Mas acreditamos que o smartphone dobrável é apenas uma das aplicações do design dobrável. Prevemos que os dispositivos dobráveis irão confundir as segmentações de produtos entre smartphones, tablets e laptops no futuro. Com seus ecossistemas de produtos cruzados e vantagens de design de hardware, a Apple será a maior vencedora na nova tendência de dispositivos dobráveis”, escreveu o analista, segundo nota obtida pelo site MacRumors, especializado na cobertura de Apple.

Kuo prevê ainda que serão necessários displays com tecnologia mais avançada do que a atual. Para ele, será preciso que as telas possam ser dobradas de várias maneiras, e não apenas uma como acontece hoje (ou elas se dobram na vertical ou na horizontal nos aparelhos vendidos hoje). Essa tecnologia é chamada de nanofio de prata e já é utilizada hoje no alto-falante inteligente HomePod, da Apple, o que pode viabilizar que a empresa domine o uso do componente, na visão do analista.

Como o novo iPhone e o leilão do 5G afetam a bolsa? Entenda assinando a EXAME

Veja também

 

Fonte: exame.com/tecnologia/iphone-com-tela-dobravel-so-em-2023-preve-analista

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here