Vacinação toma a pauta do Fórum de Governadores – Agência Brasília

0
28
Vacinação toma a pauta do Fórum de Governadores – Agência Brasília
Vacinação toma a pauta do Fórum de Governadores – Agência Brasília

Foto: Breno Esaki/Agência Saúde DF
Foto: Breno Esaki/Agência Saúde DF
O aumento da oferta de vacinas contra a Covid-19 foi um dos temas tratados na conferência que reuniu os governadores e os novos presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado Federal | Foto: Breno Esaki/Agência Saúde-DF

Manutenção do auxílio emergencial, aumento da oferta de vacinas contra a Covid-19, revisão da Lei Complementar 179, discussão sobre o ICMS dos combustíveis e reforma tributária, além do alongamento dos prazos de endividamento dos estados foram alguns dos temas tratados na reunião entre os governadores e os novos presidentes do Senado, Rodrigo Pacheco, e da Câmara dos Deputados, Arthur Lira. A reunião foi realizada na manhã desta sexta-feira (12), por videoconferência.

Coordenador do Fórum de Governadores, o governador Ibaneis Rocha ressaltou a importância do encontro, o primeiro contato após a eleição dos novos presidentes do Poder Legislativo federal. “Esses momentos são fundamentais e precisam acontecer mais vezes, ainda mais num ano como esse que será difícil para todos”, afirmou, ao lembrar os reflexos da pandemia.

Parceria

Todos os governadores, a começar do chefe do governo do Piauí, Wellington Dias, falaram da importância dessa parceria com os congressistas. O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, também mostrou preocupação com as contas dos estados, afirmando que o Congresso Nacional pode ajudar num equacionamento dos pagamentos. O governador do Maranhão, Flávio Dino, também se mostrou preocupado com a necessidade da contenção da inflação dos alimentos.

Todos os gestores ressaltaram a questão da vacinação como fundamental para a retomada da normalidade e do crescimento. O governador de Goiás, Ronaldo Caiado, chegou a dizer que o Brasil pode produzir 50 milhões de vacinas por mês, desde que tenha insumos para isso. Outra unanimidade foi a necessidade da permanência do auxílio emergencial. Ainda que reduzido, para se adequar ao teto de gastos.

Projetos

O vice-governador da Bahia, João Leão, chegou a sugerir aos presidentes da Câmara e do Senado que listem “cinco ou seis projetos essenciais e que sejam escolhidos em comum acordo com os governadores” para que ganhem prioridade e ajudem os estados e municípios a enfrentar a crise.

Já o governador do Mato Groso do Sul, Renaldo Azambuja, lembrou que o Congresso Nacional pode ajudar os estados na questão da habilitação de leitos de UTI. Segundo ele, o Ministério da Saúde está demorando muito para liberar as autorizações. Para tratar tanto a questão da vacinação como da habilitação dos leitos de UTI, Ibaneis Rocha disse que depois do carnaval vai articular uma nova reunião dos governadores, com a participação do ministro da Saúde, Eduardo Pazzuelo.

Fonte: agenciabrasilia.df.gov.br/2021/02/12/vacinacao-toma-a-pauta-do-forum-de-governadores

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here