12 de agosto de 2022


Neste sábado, dia 6 de agosto, as redes sociais repercutiram as declarações de um jornalista esquerdista que passou dos limites. Em resumo, Eduardo Bueno durante  entrevista disparou ofensas terríveis contra o presidente Bolsonaro e seus apoiadores, chegando ao ponto de incentivar linchamento de conservadores.

“Tô cansado desse filho da pu**, dessas pessoas que votaram nesse cara, entendeu. Que tem que ser linchadas, porque é o seguinte, tem que partir para a guerra, pro confronto.” Disparou o jornalista esquerdista totalmente descontrolado. Ademais, diversos apoiadores do presidente compartilharam o vídeo denunciando o militante.

Você pode gostar: Seleção Brasileira: Deputados aprovam grupo para acompanhar o Brasil na Copa do Mundo

Jornalista esquerdista incentiva tocar fogo no Presidente 

Como se as barbarides de incentivar linchamento de pessoas conservadoras não fosse suficiente, o jornalista esquerdista foi além. Em seguida, afirmou que era preciso tocar fogo no Presidente e em seus filhos. ”Eu era contra ter queimado aquela estátua e ainda sou, mas é o seguinte, tem que queimar o Palácio do Planalto.” Declarou Eduardo Bueno.

Em seguida, afirmou o mais absurdo de todas as declarações. “Então é o seguinte, tem que por fogo nele, pode gravar, pode divulgar, por fogo nele, nos filhos..” Esbravejou o lacrador totalmente fora de si. Por fim, internautas repudiaram as declarações do blogueiro da esquerda.

Confira: Psol e Rede pedem impeachment de Augusto Aras, entenda mais sobre o caso

“Se nada acontecer com esse cara, é porque a vida de milhões de brasileiros não importa mais pros iluministas do Brasil. Já foi expedido o Mandado de Prisão desse sujeito ou nesse caso tá liberado? Fala criminosa,de exaltação ao ódio desequilibrado e doentia do “Jornalista” Eduardo Bueno. Colocar Fogo no Palácio do Planalto, no Pr 

@jairbolsonaro, nos seus filhos e linchar seus eleitores.” Comentou uma seguidora. 

Leia também: Alexandre de Moraes votou contra a anistia de política, entenda





Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.