13 de agosto de 2022


A jornalista e lacradora Amanda Klein passou outro vexame em mais uma tentativa de emplacar outra narrativa. Dessa vez a militante comentava sobre o famigerado manifesto assinado por 3 mil pessoas, entre artistas, advogados e até banqueiros em favor da democracia. Contudo, a comentarista Cristina Graeml tratou de jogar por terra a “lacração” da esquerdista.

“Como se essa micro-bolha aí fosse o Brasil que vai às ruas, aos milhões. Aqueles são os anti-democráticos, esses são os defensores da democracia. É tanta falácia que a gente fica até cansado de ficar desmentindo. Mas precisamos infelizmente, e pra terminar, 3 mil pessoas em um manifesto altamente político de uma bolinha ali presa a um candidato descondenado não vai refletir em absolutamente nada nesta eleição.” Disparou Cristina.

Você pode gostar de: Manifesto dos artistas recebe resposta com manifesto do povo com apoio de Bolsonaro

Amanda Klein tenta julgar como irrelevantes 3 milhões de assinaturas contra Moraes

Após o massacre sofrido por Cristina Graeml, a jornalista Amanda Klein tentou desmerecer o abaixo-assinado que apoiava o impeachment do ministro Alexandre de Moraes. Em resumo, o documento recebeu na época mais de 3 milhões de assinaturas em favor da destituição do magistrado.

Confira: Guilherme Fiuza solta o verbo: “Ministro acordou invocado e inocentou o ladrão”

Mas a jornalista militante tentou reduzir a”irrelevantes” os 3 milhões que assinaram a carta de impeachment de Alexandre de Moraes. Ademais, ela falou que não tinha ninguém relevante no pedido de impeachment do ministro do STF. Ou seja, o povo para Amanda é irrelevante.

Talvez você goste de: Leonardo DiCaprio é desmascarado por Bolsonaro: “Obcecado pelo Brasil ou seus recursos”

Source link



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.