9 de agosto de 2022


O clima entre os poderes Executivo (Bolsonaro) e Judiciário (Roberto Barroso) voltou a estremecer as bases da república. Ademais, já havia um tempo que os dois não travavam uma disputa com declarações cada vez mais fortes. Dessa vez o magistrado resolveu responder uma declaração do presidente.

Vale frisar que Bolsonaro havia dito que o ministro do STF Roberto Barroso foi ao Congresso pressionar os deputados para que o voto impresso não fosse aprovado. Logo após as declarações do Chefe do Executivo o magistrado recebeu diversas críticas, afinal “legislar” não é papel de um ministro da Suprema Corte.

Você pode gostar de: Já foram visitar a família da menina Bárbara? Conservadora detona Direitos Humanos

Barroso afirma que “sempre haverá maus perdedores”

Em resposta a Jair Bolsonaro, o ministro não mediu palavras e disse até que “mentir precisa voltar a ser errado”. Confira: Mentir precisa voltar a ser errado de novo. Compareci à Câmara dos Deputados, como presidente do TSE, para debater o voto impresso. “ Disparou o magistrado.

Confira: Noblat tenta lacrar contra oração de Michelle mas sofre invertida “O Diabo fica enfurecido com oração”

Por fim, complementou afirmando que foi para atender convite de três parlamentares. “Atendendo a 3 convites oficiais. Foi a própria Câmara que derrotou a proposta de retrocesso. Mas sempre haverá maus perdedores.” Concluiu o ministro.

Em conclusão, apesar de muitas pessoas falarem mal do STF mas o culpado de tudo isso é sem dúvida o senador Rodrigo Pacheco. Afinal, parece ser inimigo do Brasil e finge não ver a constituição sendo rasgada a todo momento. Dessa forma este senador não merece ser presidente do senado.

Talvez você possa gostar: Mito! Bolsonaro  diz que Fux deveria ser investigado, confira:

Source link



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.