9 de agosto de 2022


Nesta segunda-feira, dia 18 de julho, o clima entre os poderes está quente e Edson Fachin já se manifestou. Ademais, após a reunião do Presidente Bolsonaro com embaixadores o ministro do Supremo Tribunal Federal resolveu se pronunciar mas de forma cautelosa em suas palavras .

Afinal, Bolsonaro já mostrou que não vai recuar, dessa forma Edson Fachin disse: “Como sabemos, o debate sobre as eleições tem sido achatado por narrativas nocivas que tensionam o espaço social, projetando uma teia de rumores descabidos que buscam, sem muito disfarce, diluir a República.” Disparou o magistrado.

Você pode gostar de: Bolsonaro mostra quem manda e esculacha o STF “Quer amedrontar quem?”

Edson Fachin liberou documentos para as Forças Armadas

Assim, vale destacar que os dados obtidos com o envio da documentação do TSE para as Forças Armadas sobre suspeitas nas eleições de 2018 não ficaram prontos a tempo de serem apresentados na reunião com embaixadores. Dessa forma, os dados de possíveis fraudes ainda estão sendo analisados pelos técnicos militares.

Confira: Bolsonaro detona Barroso na reunião com embaixadores, confira

Por fim, confira o resumo da reunião de Bolsonaro com os embaixadores no Alvorada:

Provou que uma firma terceirizada é quem contou os votos.
Apresentou a atuação partidário do do TSE.
Expôs fragilidades do sistema eleitoral.
Detonou Fachin, Moraes e Barroso.
Cobrou a implementação das medidas pedidas pelas FFAA.

Talvez você pode gostar: Marcos Uchôa fala em regular mídia e é chamado de idiota por Luciano Hang

Source link



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.