13 de agosto de 2022


Lula e Alckmin: O desespero da esquerda para tentar vencer Bolsonaro está cada dia mais escancarado. Ademais, o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin está respondendo até hoje a uma ação movida pelo Partido dos Trabalhadores. Ou seja, o partido do ex-presidiário e do qual agora é aliado.

Vale frisar que Geraldo Alckmin se filiou ao PSB e agora a partir da convenção que o partido promove nesta sexta-feira, estará oficialmente declarado e nomeado como vice na chapa presidencial do expresidiário atualmente descondenado Luiz Inácio Lula da Silva.

Você pode gostar: Carta em Defesa da Democracia: Bolsonaro recebe apoio de advogados 

Lula e Alckmin: A ação que Geraldo responde é de 2018 

É importante destacar que a ação foi movida por 13 deputados do PT na Assembleia Legislativa de São Paulo, e está correndo desde 2018. Vale frisar que naquela altura, Geraldo Alckmin estava deixando o governo estadual para disputar à Presidência da República pelo PSDB.

Confira: Para o terror da esquerda! Bolsonaro participa de motociata em Goiânia, confira:

Em conclusão, os deputados petistas acusavam o então tucano por supostos prejuízos causados pela concessão de duas linhas de metrô à iniciativa privada. Além disso, a ação questionava o lance mínimo proposto pelo governo de São Paulo na concorrência. Vale lembrar que representava menos de 1% dos R$ 22 bilhões investidos no empreendimento. Além disso, havia o fato de a concessão ter sido feita por meio de decreto, sem aprovação prévia da Assembleia.

Talvez você goste: Sergio Moro se posiciona sobre apoio a Lula e surpreende, confira

Source link



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.