9 de agosto de 2022


O Serviço de Limpeza Urbana (SLU) inaugurou nesta sexta-feira (8) o segundo papa-entulho da cidade. Construída em uma área de 1.000 m², a unidade estará pronta para receber resíduos sólidos, materiais recicláveis, embalagens de vidro e óleo de cozinha usado a partir de segunda-feira (11).

O novo papa-entulho do Guará será o primeiro do DF a ser gerido de forma compartilhada com uma cooperativa de catadores | Fotos: Paulo H. Carvalho/Agência Brasília

“Os papa-entulhos ajudam a manter a cidade limpa, dão a oportunidade para os moradores descartarem de forma correta os seus resíduos domiciliares”, afirma o diretor-presidente do SLU, Silvio Vieira. “Móveis velhos, restos de obras, galhadas… O descarte incorreto é um crime ambiental.”

O novo papa-entulho do Guará, uma obra de R$ 318.328,61, será o primeiro do Distrito Federal a ser gerido de forma compartilhada. O SLU contará com a ajuda da cooperativa de catadores Cooperlimpo para receber, separar e dar a destinação correta para os resíduos. A parceria faz parte do projeto-piloto Auto Eco Social, que pretende requalificar a atuação dos carroceiros.

Mesac Vidal da Silva, diretor da Cooperlimpo, conta que dez ex-carroceiros vão trabalhar no papa-entulho da QE 42

“Faremos um teste de seis meses aqui no Guará. Se a experiência der certo, vamos expandi-la para os outros equipamentos do DF”, aponta Silvio. “Nosso objetivo é tirar das ruas os 500 carroceiros que hoje estão cadastrados na Secretaria de Trabalho, transformando todos em operadores de papa-entulho.”

Diretor administrativo e operacional da Cooperlimpo, Mesac Vidal da Silva conta que dez ex-carroceiros vão trabalhar no papa-entulho da QE 42. Quatro deles ficarão no local para receber e separar as entregas voluntárias. Os outros seis vão atender as demandas dos moradores que solicitarem a busca dos resíduos em casa.

“O atendimento em domicílio será feito mediante agendamento, por telefone. Será cobrada uma taxa que deve variar de acordo com a distância ”, explica Mesac. “Pedimos que, se possível, a comunidade separe o que é entulho do que é reciclável. Essa diferenciação nos ajuda bastante.”

Arte: Agência Brasília

Para a secretária-executiva de Acompanhamento e Monitoramento de Políticas Públicas da Secretaria de Governo, Meire Mota, o Auto Eco Social oferece o apoio necessário aos carroceiros que precisam fazer a transição para uma nova área de atuação. “Esse projeto-piloto envolve várias políticas públicas”, ressalta. “É uma oportunidade de trazer mais qualidade de vida para os carroceiros.”

Atualmente, o DF tem 14 papa-entulhos – outras nove unidades devem ser entregues à população ainda neste ano. Todos os equipamentos estão abertos de segunda a sábado, das 7h às 18h, para receber móveis velhos, restos de poda, materiais recicláveis e óleo de cozinha usado. Cada cidadão pode descartar até 1 m³ de resíduos por dia.

De janeiro a março de 2022, os 13 papa-entulhos em funcionamento à época receberam 5.981,13 toneladas de entulho, podas e volumosos. A coleta de todos os equipamentos operacionais, em 2021, chegou a 24.390 toneladas.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.