12 de agosto de 2022


Os moradores do Residencial Santos Dumont, também conhecido como Sítio do Gama, em Santa Maria, poderão fazer, nesta quinta-feira (14), das 8h às 12h, exames de sangue para detecção de hepatites A, B e C e HIV, além de assistir a palestras sobre as diferenças entre os três tipos da doença, suas formas de contágio e prevenção. A ação faz parte da campanha Julho Amarelo para conscientizar sobre a necessidade de cuidados da população em relação às hepatites virais.

Gerente da unidade básica de Saúde (UBS) do Sítio do Gama, Cláudia Rezende de Souza afirma que a meta é que 50 pessoas do Residencial Santos Dumont façam os exames. “Nas palestras, serão dadas informações sobre a hepatite C, que é uma doença viral, mas também será explicada a diferença entre os três tipos da doença”, prevê Cláudia. As palestras serão ministradas pela médica Jaqueline Pereira e a enfermeira Kele Cristina da Silva.

Os exames de sangue para detecção de hepatites A, B e C e HIV serão realizados na UBS do Sítio do Gama das 8h às 12h | Foto: Arquivo Agência Saúde

A hepatite é uma inflamação no fígado que pode ter diversas causas, como o consumo de álcool ou outras substâncias tóxicas. O tipo A é transmitido por água e alimentos contaminados ou de uma pessoa para outra; a doença fica incubada entre dez e 50 dias e normalmente não causa sintomas, porém, quando presentes, os mais comuns são febre, pele e olhos amarelados, náusea e vômitos, mal-estar, desconforto abdominal, falta de apetite, urina com cor escura e fezes esbranquiçadas.

Os vírus da hepatite tipo B (HBV) e tipo C (HCV) são transmitidos sobretudo por meio do sangue. Usuários de drogas injetáveis e pacientes submetidos a material cirúrgico contaminado e não descartável estão entre as maiores vítimas, daí o cuidado que se deve ter nas transfusões sanguíneas, no dentista, em sessões de depilação ou tatuagem. Os vírus das hepatites B e C podem ser transmitidos em relação sexual.

Frequentemente, os sinais das hepatites B e C podem não aparecer, por isso grande parte dos infectados só acaba descobrindo que tem a doença após anos e, muitas vezes, por acaso em testes para esses vírus. Quando aparecem, os sintomas são muito parecidos com os da hepatite A, mas, ao contrário desta, a B e a C podem evoluir para um quadro crônico e então para uma cirrose ou até câncer de fígado.

Capotaria e tai chi chuan

Além do foco na hepatite, quem for à UBS do Sítio do Gama nesta quinta-feira terá a tradicional aula de tai chi chuan, que é realizada às quintas-feiras, a partir das 8h. Também haverá uma apresentação de capoterapia, que consiste numa variação da capoeira, orientada para idosos.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.