12 de agosto de 2022


O Setor de Indústria e Abastecimento (SIA) completa 17 anos nesta quinta-feira (14) com programação gratuita, das 9h às 16h, no estacionamento em frente à Feira dos Importados de Brasília (FIB). Estarão disponíveis para a população carretas e tendas de serviço do Sesc e do Senac, com realização de exames médicos, corte de cabelo e design de sobrancelhas. Além disso, um DJ garantirá a animação dos presentes.

O SIA é uma região administrativa de natureza empresarial e comercial, se diferenciando da maioria das RAs do Distrito Federal | Foto: Renato Araújo/Agência Brasília

“Teremos atendimentos gratuitos à população. Tivemos o cuidado de pedir ao Sesc e ao Senac que fosse entregue atestado de comparecimento para aquele colaborador ou funcionário que queira fazer algum exame. A gente quer estimular que quem estiver ao redor possa participar”, explica a administradora do SIA, Marcela Oliveira.


O SIA foi reconhecido como região administrativa em 2005. Em 2019, a área teve a ampliação da poligonal com a inclusão de SOF Norte, SAAN e Setor de Cargas

Área de grande circulação

O SIA – e toda poligonal – é conhecido por abrigar concessionárias, postos de combustíveis, empresas de material de construção, de comércio e de serviços em geral. A natureza da região é empresarial e comercial, se diferenciando da maioria das RAs do Distrito Federal.

Moradora do Recanto das Emas, Cerlene dos Santos, 32 anos, trabalhou durante seis meses no SIA como vendedora de picolé. Ela andava de bicicleta pelo setor para vender o produto. “Foi uma fase divertida. Eu tinha que me virar para pagar aluguel e sustentar meu filho (o pequeno Victor Hugo, de 6 anos). Eu passava pedalando até chegar na Ceasa. Lá, eu vendia bem”, lembra. Hoje, alguns anos após a experiência, Cerlene visita o SIA para fazer compras. “Vim buscar verduras na Ceasa. Gosto porque é um local de fácil acesso”, completa.

Jackeline de Oliveira trabalha como vendedora na Feira dos Importados: “É bom porque está no centro”

Jackeline de Oliveira Silva, 22, é outra brasiliense que tem o SIA como local de trabalho. Ela trabalha como vendedora em um quiosque na Feira dos Importados de Brasília (FIB), local que recebe cerca de 15 mil pessoas por fim de semana. “Gosto bastante de trabalhar aqui. É bom porque está no centro. É fácil para as pessoas chegarem, também é um local aonde todo mundo vem”, avalia.

Há quatro anos, Erasmo Pereira de Moura, 46, tem uma banca na FIB em que vende acessórios para celulares. De Águas Lindas, ele vai todos os dias para o local em busca de garantir o sustento da família. “Vim para cá porque estava desempregado. Procurei um local com muita movimentação para conseguir vender”, revela.

A advogada Fernanda Lopes trabalha em um escritório de advocacia ao lado da feira há cerca de um ano. Ela diz que o setor é propício para a conquista de clientes. “Atuo como advogada trabalhista e criminal. Por ser um local de fácil acesso, isso facilita para os clientes. Atendo muita gente que trabalha no SIA ou que é da Estrutural”, explica.

Um dos pontos mais movimentados do SIA, a Feira dos Importados recebe cerca de 15 mil pessoas a cada fim de semana

Infraestrutura e segurança

O SIA foi reconhecido como região administrativa em 2005 com a Lei nº 3.618 (Lei 3618 de 14/07/2005). Em 2019, a área teve a ampliação da poligonal com a inclusão das áreas do SOF Norte, SAAN e Setor de Cargas e recebeu investimentos em relação a infraestrutura e segurança.

Isso inclui a criação da Rota de Segurança, via de 3,7 km que liga o Setor de Inflamáveis, no SIA, à marginal da EPTG, inaugurada em novembro de 2021. “Celebramos com muita alegria essa inauguração. É uma rota, como o próprio nome já diz, de segurança, porque ela está num local delicado, que é o Setor de Inflamáveis”, diz Marcela Oliveira, administradora do SIA. Ela lembra ainda que as pistas garantem uma saída rápida em situação de emergência, por exemplo.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.